Filtros de busca:

Você sabe a diferença entre soft skills e hard skills?

Entenda a diferença entre soft skills e hard skills

Pode-se definir como soft skills e hard skills as habilidades e aptidões pessoais de profissionais, de acordo com cada área, que qualificam alguém para um cargo, por exemplo. São conhecimentos que podem ser adquiridos tanto em cursos quanto em experiências de vida.

São desenvolvidos também em treinamentos feitos por empresas, por meio de palestras, estudos e especializações para ajudar o profissional a evoluir em sua carreira. Neste artigo, vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre soft skills e hard skills, além de mostrar como desenvolvê-las. Confira!

O que são?

Essas são habilidades profissionais, pessoais e comportamentais de cada profissional, que vão além das qualificações estritas da sua profissão. Cada vez mais empresas estão percebendo que mesclar esses conhecimentos faz com que os funcionários se destaquem no mercado.

Cada tipo de skill (do inglês, que significa habilidade) possui uma origem, seja por um diploma, seja por uma vivência específica. Além disso, cada uma pode ser utilizada em uma estratégia de mercado diferente. Assim, é possível extrair o melhor de cada habilidade para aplicar no dia a dia de trabalho.

Soft skills

O que são soft skills? São as habilidades pessoais adquiridas no dia a dia, fora de um curso ou da sala de aula. São aquelas estruturadas pela convivência, pela conversa ou em dinâmicas de grupo, por exemplo. 

Por serem difíceis de se analisar em um primeiro momento, as soft skills tornam ainda mais importante as etapas de contato entre o candidato à determinada vaga e a empresa. É possível que algumas habilidades, como empatia, ética e espírito de liderança, sejam o que a posição procura. Porém, elas não aparecem no currículo escrito.

Hard skills

O que são hard skills? É a definição de habilidades técnicas de um profissional, adquirida em estudos, cursos e palestras, possíveis de comprovação por meio de certificados e testes práticos. São os aprendizados tangíveis, possíveis de se ver e comprovar com certeza.

Essas habilidades sempre foram as mais importantes, justamente por constarem no currículo. Mesmo com as mudanças na forma de selecionar candidatos, as hard skills não perderam sua relevância. É a partir delas que o candidato consegue comprovar suas capacidades para as funções às quais se candidata.

Quais as diferenças entre os conceitos?

As soft skills e hard skills se diferenciam pela capacidade de comprovar as competências e na tangibilidade de cada uma. Enquanto nas hard é possível mostrar algo que as confirmem, nas soft o caminho é mais incerto. Assim, a segunda depende muito das avaliações de terceiros.

É por meio de um conhecimento mais profundo, certificado em testes comportamentais e conversas, além da convivência, que se conhece melhor as soft skills de alguém. Por outro lado, as hard skills são as mais procuradas por empresas, justamente pela fácil constatação. Contudo, nem sempre um diploma define um bom profissional!

Enquanto um certificado define determinada competência, é na convivência que essa habilidade é aplicada, dependendo muito de como desenvolver as soft skills para isso. A partir das habilidades de convivência em grupo e o lado emocional, por exemplo, é que se consegue definir a capacidade de um profissional em situações cotidianas.

Principais semelhanças

Por ambas falarem de habilidades pessoais, as soft skills e hard skills possuem pontos em comum. Os dois tipos de habilidade capacitam o funcionário para determinada função. Elas se complementam e fazem do profissional um diferencial entre tantos que dominam apenas um conhecimento específico.

Por exemplo, quem domina a técnica de falar bem em público (soft skill) e possui curso de oratória e gestão (hard skill) já está muito à frente de quem só tem uma das habilidades. Outra semelhança é o fato de as duas definições serem testadas e comprovadas em processos seletivos.

Como desenvolver as habilidades

Os dois tipos de skills podem ser adquiridos por qualquer profissional, visto que o importante é ter foco e força de vontade. Pode-se pensar que não é possível desenvolver soft skills como capacidade de trabalho em equipe e ter empatia, mas até as que parecem mais difíceis são capazes de você aprimorar na sua carreira.

Procure cursos e palestras que foquem no desenvolvimento pessoal, capacite-se nas áreas de interação que te ajudem no ambiente de trabalho e que o destaquem dos demais. Um profissional completo consegue aliar conhecimentos técnicos às capacitações pessoais.

As companhias podem auxiliar em tais desenvolvimentos. Podem, por exemplo, oferecer cursos de especialização, conversas com especialistas da área ou, até mesmo, psicólogos, para desenvolvimentos particulares e específicos. Há, ainda, especialidades como treinamento de ferramentas que capacitam o profissional.  

Impactos no dia a dia

Ao desenvolver um profissional, toda a empresa ganha com isso. Uma pessoa com conhecimento é capaz de encontrar soluções em situações nas quais outros não achariam. Ele pode otimizar o trabalho e aumentar a produtividade e, ainda, inspirar os colegas de trabalho a se aperfeiçoarem.

A escolha dos dois tipos de conhecimentos permite que a companhia tenha um clima organizacional melhor preparado. O ambiente de trabalho pesa bastante na produtividade: se está em harmonia e com boa mentalidade, a produção aumenta. Então, alguém que domina apenas um tipo de habilidade pode pesar no desenvolvimento coletivo.

Exemplos de soft skills e hard skills

Confira, agora, alguns exemplos mais conhecidos dos dois tipos de habilidades, que podem (ou não) se complementar. Assim, são considerados soft skills: empatia, inteligência emocional, capacidade de trabalhar em equipe, boa comunicação, liderança, capacidade de se adaptar, criatividade, proatividade, etc.

Já as hard skills são aquelas habilidades originadas de cursos e estudos, como proficiência em inglês, Excel avançado, gestão de pessoas e projetos, graduação, pós-graduação e mestrado, domínio de pacote Adobe, operação de máquinas e ferramentas e técnicas em informática, por exemplo.

Desenvolva habilidades com a NIU Cursos

Agora que você já entendeu tudo sobre soft skills e hard skills, saiba que é possível adquirir diversas habilidades, dos dois tipos, por aqui. No site da NIU Cursos, você encontra cursos ideais em diversas áreas, desde empreendedorismo até política e programação. Fique à vontade para conferir nosso catálogo!

Compartilhe esse conhecimento:

Outros posts que vão te interessar:

Como começar a empreender?

Você já pensou em começar o seu próprio negócio, mas não sabe como começar a empreender? Existem muitos detalhes sobre empreendedorismo que podem aproximar você

Power BI: você está pronto para se tornar um expert?

Conheceu mais sobre BI e quer se tornar um expert no assunto? Então, o curso Power BI é ideal para você! Nele, você vai começar a entender tudo sobre esse recurso a partir do zero. Para aprender, o processo vai ser muito prático e, o melhor, cada aluno vai criar um projeto real!

Durante o curso, você vai conferir desde a criação e instalação do sistema até a elaboração e visualização dos projetos, aprendendo como criar um dashboard e colocar mais inteligência no trabalho da sua empresa.

Saia do zero e vire profissional

Se você for um entusiasta do assunto, trabalha em uma parte estratégica da companhia ou pretende trabalhar, o curso de BI é feito para você! Criado para quem não tem conhecimento prévio sobre o tema, este curso vai ensinar tudo e tornar você um profissional da área.

O curso de Power BI on-line aborda cursos essenciais para todos os projetos de Business Intelligence, como Power Query, construção de layout bem definido, utilização das ferramentas, tanto no computador quanto no smartphone.

Ao final do curso, você vai poder desenvolver projetos profissionais de sucesso. Seguindo todas as etapas ensinadas nas aulas, você vai poder se destacar no mercado de trabalho tanto como consultor quanto como funcionário estratégico para a empresa em que atua.